Que calçar?

Pois temos aqui a maior das preocupações. É que nas prioridades do equipamento diria que esta é a fundamental. De pouco serve irmos para aquele sítio fantástico se na ida nos apoquentam os pés.

Andar, é por excelência o grande acontecimento. Que bom que é irmos andando mas com os pésinhos bem calçados.
Eleger a bota, é como escolher os pneus pró veículo. Teremos que ponderar sobre onde nos queremos meter. Em que estilo de passeio "embarcar".

Passeios brandos ( Treking ligeiro ) - Bota de cano baixo. Em couro / cordura e sola aderente e fléxivel. Impermeável e transpirável.

Marcha de montanha - Bota idêntica à anterior porém deverá ser mais rígida (semi-rígida) para se obter maior protecção ortopédica.

Grande Marcha e ou Marcha em Terreno Misto - Bota mais rígida, piso com absorção de choque e na sola deverá admitir a fixação de grampons para marcha em gelo.

Alpinismo - Bota com botim interior que permite uma protecção a tempo inteiro dos pés e uma mais rápida recuperação das condições de higiene do exterior da bota.